>>>>Noca da Portela: um “doutor” do samba e da democracia

Noca da Portela: um “doutor” do samba e da democracia

Por |2020-11-20T22:09:35+00:0020 de novembro de 2020|

No último episódio da terceira temporada do Uerj Dá Samba, Luiz Ricardo Leitão conversa com Noca da Portela, um paladino do samba e da democracia. Prestes a completar 88 anos, o talentoso sambista, vencedor do troféu “Miaw” – “Vidas Negras Importam” (MTV) e recém-agraciado com o título de Doutor “Honoris Causa” da UFRJ, aborda temas relevantes da arte popular e da sociedade brasileira.

No bate-papo, Noca revela seu papel na luta pela volta do país ao regime democrático na década de 80, quando compôs, com o filho Gilper, o samba “Virada”, hino da campanha pelas “Diretas Já!”. O mais novo doutor da cidade também comenta a onda de preconceito racial no Brasil e no mundo, tema para o qual escreveu um oportuno samba, reafirmando o compromisso da arte popular com o sonho coletivo de um país mais justo e igualitário. (T3 – Ep8 – 20/11/20)