Após três anos de ausência devido a pandemia, o Festival Curta na Uerj ressurge em sua 9ª edição, com o tema ciência. Foram mais de sessenta vídeos enviados de várias partes do Brasil, inscritos nas categorias: adulto e teen (12 a 17 anos).

Além dos três colocados de cada categoria, a premiação concedeu menção honrosa aos mais votados pelo público, através da internet. O curta “Ciência em ação: curiosidades e ações afirmativas”, de Crisóstomo Ñgala e Rafaela Lopes, foi uma das obras contempladas, e concebida com objetivo de despertar a curiosidade das meninas para a ciência, é o que afirma Ñgala.

“O nosso curta foi concebido dentro de um outro maior, por que nós trabalhamos sobre a participação da mulher na ciência. Nós fizemos um recorte onde extraímos apenas temas sobre curiosidades. Como é que a curiosidade precisa ser aguçada para a gente ter estimulado o espírito cientifíco? E essa curiosidade tem de ser desde tenra idade.”‌

Na categoria Teen, o filme “O Enigma da Maleta”, das professoras Lídia de Araújo Santos e Julyanna de Souza, em parceria com seus alunos do sétimo ano, da Escola Grécia, do Rio de Janeiro, levou o primeiro lugar. Lídia fala do carinho que sente pela Uerj e da importância do festival.

“Olha, só em estar na Uerj sem ter gan‌hado prêmio nenhum, já é um prêmio, por que é uma instituição que tem nome, tem valor, luta pelos mais necessitados, eu me emociono sempre quando eu falo da Uerj. E a gente ‘estar levando’ o aluno para participar de um festival, dentro de um órgão tão importante quanto esse, que é uma universidade, que forma conhecimento, para mim é uma coisa valorosa.”

A última edição do “Curta na Uerj” foi em 2019, devido a pandemia da Covid 19, e mesmo com esse hiato, o projeto retornou consolidado, afirma Sonia Wanderley, diretora do Centro de Tecnologia Educacional, o CTE.

“É mais uma prova da consolidação do festival. A pandemia nos deixou, como tudo e todos, fechados, encimesmados em nós mesmos, mas isso não foi capaz de apagar a chama.”‌

Ana Claudia Theme, diretora da Comuns, falou da alegria em reencontrar as pessoas e sobre o envio de trabalhos de várias partes do Brasil.

“A sensação é de uma imensa alegria, de ver novamente o auditório da Uerj cheio de pessoas que participam da nossa edição número 9, do Festival Curta na Uerj, então tem um sabor de reencontro. Conseguimos adesão, de alcance nacional para essa nossa edição de 2023, recebemos mais de sessenta vídeos concorrentes, de vários estados brasileiros, então é uma alegria imensa, a gente constatar o quanto o festival está consolidado.”

A relação completa dos filmes premiados pode ser conferida no site do festival, o www.curtanauerj.uerj.br.

Com colaboração de Diedro Barros, do Rio de Janeiro para Rádio Uerj, Cristina Lameira.